MOC realiza oficina sobre finanças

MOC realiza oficina sobre finanças

23/09/2019

Falar sobre finanças, capital de giro e fundo rotativos parece complicado, mas sempre é bom compreender. Por isso, o Movimento de Organização Comunitária (MOC), através do Programa de Fortalecimento de Empreendimento Econômicos Solidários (PFEES), realizou nessa segunda-feira (23/09), no Armazém da Agricultura Familiar e da Economia Solidária, município de Serrinha, uma oficina sobre o assunto.

O objetivo, sobretudo, foi promover o diálogo com as entidades que operacionalização créditos  e Fundo Rotativo Solidário ( BNB, Cooperativa de Crédito, COGEFUR) para apresentar as linhas de crédito  e Finanças Solidária, a partir daí iniciamos a negociação para o acesso; Fomentar  Fundo Rotativo Solidário local e municipal para  os empreendimentos; Construir o Regimento Interno onde indicará de que forma se dará a constituição e o retorno do Fundo Rotativo Solidário para contemplar outros empreendimentos, que será elaborado com a participação dos/as representação dos empreendimentos beneficiários por município.

Diante da programação, pela manhã, o Gerente da agência de Conceição do Coité, Sr. Gezivaldo Oliveira Andrade e o Agente de Desenvolvimento Lívio Carneiro de Azevedo, ambos do Banco do Nordeste, apresentaram as possíveis linhas de créditos para agricultura familiar. No período da tarde Ana Paula Araújo Lopes do COGEFUR, Gelvane Santiago Oliveira do COGEFUR e ASCOOB, Kalila O. Lopes - Gerente Comercial da ASCOOB e Marcos Mota - Agente de Crédito, apresentaram suas linhas de créditos

A oficina teve como público os empreendimentos ligados a associações e cooperativas do Território de Identidade do Sisal bem como a equipe técnica do PFEES.

Um momento muito importante para os empreendimentos desenvolverem suas ações referente ao acesso a crédito e fazer investimentos e capital de giro.

 

SOBRE O PAT SISAL


Na oportunidade os representantes do Banco do Nordeste falaram sobre Plano de Ação Territorial – PAT SISAL.

As linhas de crédito apresentadas e disponíveis para o seguimento da agricultura familiar, com recursos do FNE e também o PRODETER - Programa de Desenvolvimento Territorial, que é uma estratégia do Banco do Nordeste para contribuir com o desenvolvimento local e territorial por meio da organização, fortalecimento e elevação da competitividade de atividades econômicas da Região, promovendo uma política que visa potencializar o desenvolvimento sustentável de forma territorializada com atuação integrada e colaborativa dos entes públicos, privados e a sociedade civil organizada, na construção de um Plano de Ação Territorial (PAT).

A grande inovação proposta pelo PAT SISAL é a construção sistematizada de um modelo de produção integrado do sisal com a pecuária, o SISALPEC, que possibilite aos agricultores/as familiares continuar produzindo, mesmo nos períodos de grandes estiagens, a partir do uso combinado dos subprodutos do sisal como alternativa de produção no clima semiárido.

O Lançamento do Plano de Ação Territorial da Cultura do Sisal", será no dia 25/09/2019, no Auditório Lidnaura Carneiro, Avenida Getúlio Vargas, Centro em Santaluz-BA, às 09:00h.

 

 

Comunicação do MOC