MOC participa de Seminário que debate as Lutas e Construções Feministas por uma ATER Agroecológica

MOC participa de Seminário que debate as Lutas e Construções Feministas por uma ATER Agroecológica

23/03/2017

#2017MOC50anos
#PorUmSertaoJusto
A coordenadora do Programa de Gênero do MOC, Selma Glória, representa a instituição em Recife nestes 23 e 24 de março durante o VI Seminário Mulheres em Territórios de Resistências-Lutas e Construções Feministas por uma ATER Agroecológica e o I Ciclo Internacional de Diálogos-Feminismo e Agroecologia.

O encontro objetiva ser um espaço de avaliação da conjuntura nacional e construção de alternativas frente a este processo de retirada de direitos e de violências sobre as mulheres, as juventudes, a classe trabalhadora, o meio ambiente, as comunidades e povos tradicionais e povos indígenas, bem como um espaço de fortalecimento da luta feminista e de alianças entre mulheres rurais e urbanas da região nordeste do Brasil. Esse projeto fomentou um processo de construção de conhecimento, reafirmando princípios baseados no diálogo de saberes entre academia, técnicas de ATER, estudantes e agricultoras, promovendo o reconhecimento das diversas experiências que já vêm sendo desenvolvidas na região nordeste a partir das práticas feministas e na construção de uma Rede Feminista de ATER na Região Nordeste.

Na pauta do Seminário o lançamento do livro Sistematização das Experiências Feministas de ATER na Região Nordeste, muitas mesas redondas, lançamento de campanha pela divisão justa do trabalho doméstico, além de apresentações culturais. O evento é fruto de uma parceria firmada em março de 2014 entre a Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, Universidade Federal do Ceará - UFC e a Diretoria de Políticas para as Mulheres Rurais e Quilombolas – DPMRQ para pesquisa e formação de agentes de ATER na perspectiva do Feminismo e da Agroecologia - Projeto ATER, Feminismo e Agroecologia na Região Nordeste.

Por:
Maria José Esteves
Programa de Comunicação do MOC