Educação do Campo conquista mais uma vitória

Educação do Campo conquista mais uma vitória

18/08/2016

No município de Conceição do Coité foi aprovado nessa quarta-feira (17) o orçamento específico para as escolas do campo, uma grande vitória para a educação do campo contextualizada no município.

"Vamos ter condições de transformar a educação do campo em políticas públicas", comemora Djair Silva, técnico do MOC convidado a participar da equipe de orçamento como representante da instituição. "Já estamos construindo um Programa com esse orçamento específico. Será a primeira experiência entre os municípios do Projeto CAT", complementa.

Na oportunidade, ainda no município de Coité, o técnico visitou uma escola na comunidade de Domingos, onde reuniu professores/as, alunos/as e suas famílias. "Conheci uma família com três gerações envolvidas com a história do Projeto CAT. Joelma de 18 anos falou que o CAT foi muito importante na vida dela, para autoestima da mulher do Semiárido e faz questão que sua filha Eloa de 4 anos também estude nas escolas do CAT. Muito bom ouvir isso", declara Djair.

Iniciado em 1994, o Projeto CAT tem mostrado que é possível desenvolver uma metodologia que valorize os sujeitos com seus diferentes saberes e culturas. Em 21 municípios onde o projeto atua, educadores/as e crianças passam a conhecer sua realidade, analisam os dados obtidos e em seguida, após a construção do conhecimento voltado para a realidade local, apresentam à comunidade os resultados para juntos, escola e comunidade, encontrarem as formas de transformar essa realidade.

Durante o ano os educadores/as trabalham em sala de aula com temáticas ligadas ao dia-a-dia dos alunos, isso faz com que eles/as percebam a aplicação prática do conhecimento que está sendo adquirido. No final da unidade letiva ou da ficha pedagógica, os trabalhos que foram produzidos na escola são apresentados aos pais e a comunidade, durante a devolução do CAT.

Por:
Maria José Esteves
Programa de Comunicação do MOC