Aberta a VI Feira Baiana da Agricultura Familiar

Aberta a VI Feira Baiana da Agricultura Familiar

30/11/2015

Agricultores familiares de toda a Bahia estão apresentando seus produtos na VI Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária (FEBAFES), aberta oficialmente neste domingo (29), em paralelo a 28ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), no Parque de Exposições de Salvador. 

No dia 04 de dezembro próximo acontecerá no espaço da FEBAFES o Seminário "Compras Institucionais da Agricultura Familiar", numa iniciativa da 
 Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Movimento de Organização Comunitária (MOC), AGENDHA e da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES)

A FEBAFES acontece até o próximo domingo (06) e tem o objetivo de promover, divulgar e comercializar produtos dos empreendimentos da agricultura familiar e da economia solidária, além de realizar capacitação dos expositores e agricultores familiares. 

O espaço agrega 150 estandes de cooperativas e associações - dentre elas algumas assessoradas pelo MOC, filiadas à Arco Sertão e a Rede de Produtoras da Bahia - praça de alimentação, espaço para produtos orgânicos e culturais, tudo dividido por territórios de identidade do estado, onde serão apresentados produtos da economia local, culinária e belezas naturais. 

O secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, lembrou que o espaço é composto por produtos dos diferentes Territórios de Identidade do estado. “Aqui temos os produtos tradicionais, de origem animal e vegetal, e também produtos diferenciados como a cerveja de umbu, a linguiça de tilápia, licuri caramelizados. Nós estamos abrindo um espaço para que os agricultores divulguem esses produtos e agreguem renda. Não queremos esses produtos somente para a merenda escolar, queremos ocupar as gondolas dos mercados, chegar as grandes redes, aos aeroportos, nas lojas importantes do shopping e mostrar que são produtos que tem sustentabilidade e garantia de renda para as pessoas que os produzem”. 

A Feira da Agricultura Familiar foi planejada para fortalecer as ações de agricultores familiares, empreendimentos da economia solidária, agricultores  assentados dos Programas de Reforma  Agrária  e  Crédito  Fundiário,  quilombolas,  indígenas,  cooperativas,  associações  e  redes  de  comercialização,  técnicos,  profissionais,  pesquisadores,  professores,  estudantes,  gestores  públicos de diversas instituições dos municípios, estados e da união.

Por:
Maria José Esteves
Programa de Comunicação do MOC