Lançamento do Projeto COOPERAÇÃO do ATER MAIS GESTÃO acontecerá em Santaluz e Serrinha

Lançamento do Projeto COOPERAÇÃO do ATER MAIS GESTÃO acontecerá em Santaluz e Serrinha

13/12/2018

No dia 19 de dezembro, acontecerá nos municípios de Santaluz e Serrinha, o lançamento através de Reuniões de Apresentação e Mobilização do Projeto COOPERAÇÃO, que faz parte do Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER)  Mais Gestão, da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (ANATER), Governo Federal, que será executado pelo Movimento de Organização Comunitária (MOC), com vista a desenvolver Assistência Técnica e Extensão Rural junto às cooperativas e associações de produção e comercialização da agricultura familiar, nos municípios do Território de Identidade do Sisal, focando as áreas funcionais de: Governança Organizacional, Gestão de Pessoas, Financeira e Econômica, como ainda Gestão de Processos Produtivos, Comercial e Gestão Socioambiental.


Dessa forma, as reuniões contarão com a presença de representantes de empreendimentos habilitados no edital de adesão 01/2015, potenciais empreendimentos do Território do Sisal dos municípios de Quijingue, Tucano, Araci, Teofilândia, Serrinha, Biritinga, Barrocas, Ichu, Candeal, Lamarão, que estarão em Serrinha, bem como Cansanção, Conceição do Coité, Itiúba, Monte Santo, Queimadas, Retirolândia, Santaluz, São Domingos e Valente, que se encontrarão em Santaluz. E tem como objetivo apresentar as condições de participação, fases, etapas e processos metodológicos, bem como ferramentas e serviços ofertados, além de esclarecer sobre os métodos operacionais de execução das metas e atividades previstas no ATER MAIS GESTÃO, bem como proceder ao primeiro contato com os empreendimentos pré-selecionados.


Em suma, esse momento é de total importância para estreitar a relação do projeto com os empreendimentos que serão assistidos, pois levará explanação, debate e reflexão em torno das suas ações e os frutos vindouros, que promoverá na caminhada dos Empreendimentos Econômicos Solidários, tendo em vista a diversidade que coopera nesta economia justa e solidária no Semiárido baiano.


Por: Programa de Comunicação (PCOM)