Oficina de Educomunicação com Crianças e adolescentes aconteceu em Retirolândia

Oficina de Educomunicação com Crianças e adolescentes aconteceu em Retirolândia

23/05/2018

#MOC_PorumSertaoJusto

O dia 22 de maio foi marcado e carregado de bons sentimentos, aprendizados, diversão e muita alegria, com a realização da Oficina de Educomunicação com produção de peças de comunicação, abordando as violações de direitos de crianças e adolescentes, na comunidade de Laginha, no município de Retirolândia. A atividade faz parte do projeto “Crianças e Adolescentes: Re’Tocando Vida, Direitos e Sonhos no Semiárido”, desenvolvido pelo Movimento de Organização Comunitária (MOC), contando com a parceria da instituição alemã Kinder Not Hilfe (KNH), contribuindo com as garantias de direitos humanos de crianças e adolescentes na realidade do campo.

Depois de dinâmica de apresentação e interação, mais uma diversão que também transmitiu muitos saberes, com o jogo cooperativo de tabuleiro, que trabalha questões dos deveres e direitos das crianças e adolescentes, assim como a importância de jogar sem a ideia de competição. Outro ponto importante da programação foi a construção do mapa da comunidade cada criança e adolescentes, que participou da oficina escolheu um elemento significativo na comunidade, entre os desenhos estava: o posto de saúde, escola, quadra poliesportiva, arvores, suas casas e muito mais. Puxando ainda para um diálogo sobre o que falta na comunidade e a contextualização da convivência no Semiárido.

A comunicação como direito, no sentido de receber e também de produzir, dentro do viés da comunicação popular, contrapondo a comunicação de massa e sua manipulação na vida das pessoas, foram bem tratados e refletidos em um momento dessa oficina. Junto a esse projeto a comunidade conquistou um meio importante de disseminar as belezas e reivindicar as necessidades, que foi a Rádio Poste, que vem no sentido de soma e contribuir no desenvolvimento local.

Partindo da ideia de produzir e manter a rádio funcionando, na parte prática das peças, foram produzidos spots em grupos, pautando cultura, esporte e alimentação saudável, temas escolhidos e debruçados pelas próprias crianças e adolescentes. A oficina contou com a facilitação do Programa de Comunicação, por meio de Robervânia Cunha e as jovens multiplicadoras do projeto Silvânia Santos e Genira Ferreira. “Foi legal”. “A gente aprendeu”. “Que dia tem de novo”? Sussurros e falas que levam à certeza que as ações de projeto  contribuem nas transformações e nos protagonismos de muitas vidas no Semiárido.




Por: Robervânia Cunha
Programa de Comunicação do MOC