Oficina discute Políticas Públicas e Participação Social com a Sociedade Cívil

Oficina discute Políticas Públicas e Participação Social com a Sociedade Cívil

21/09/2018

MOC_PorumSertaoJusto

Aconteceu na quinta-feira, 21 de setembro, na pousada Central, em Feira de Santana, através do Programa de Educação do Campo Contextualizada (PECONTE), do Movimento de Organização Comunitária (MOC), uma oficina de Participação Política e Políticas Públicas, com apoio dos projetos Instituto para Cooperação e Desenvolvimento de Projetos (ICEP) e Terre des Hommes (TDH). A atividade contou com representantes dos Fóruns Municipais de onze municípios, sendo facilitada por Jorge Nery Santana, do PECONTE do MOC, e Margarida Souza. Na programação pela manhã, houve uma dinâmica de acolhimento e reflexão. Em seguida uma exposição dialogada com o Prof. Doutorando Danilo Uzêda da Cruz e a tarde aconteceu grupos de discussões.

“Nesse momento de ameaça à Democracia e a retirada de diretos, urge mais ainda o fortalecimento de uma rede de atores da Sociedade Civil Organizada nos Municípios para defesa de uma agenda abrangente e eficaz da Educação pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada e contextualizada”, frisou Jorge Nery.

O objetivo principal da atividade é fortalecer e articular os Fóruns Municipais da Sociedade Civil dos Municípios dos Territórios da Bacia do Jacuípe, Portal do Sertão e do Sisal, na defesa da Educação Do Campo Contextualizada. Os Fóruns são construídos para fortalecer ainda mais as ações e acompanhamento das questões que visam a melhoria de vida das crianças e adolescentes, como de toda família que vive e convivem na realidade do campo, questões essas que envolvem além de educação, todo o contexto de desenvolvimentos sustentáveis das comunidades rurais.

O professor Danilo Uzêda, falou sobre a importância de debater e dialogar sobre o tema da participação social. “Está nas diversas esferas sociais de nossas vidas, da vida comunitária, da vida política e ativamente participar da construção das políticas públicas nos seus municípios, melhora, qualifica a política pública, contribuindo não só para sua organização social que você representa, mas também para vida no município. E também para vida democrática no município, amplia interesses, amplia ideias, o foco da situação e mais do que isso, acredito que dialogar sobre isso, faz com que os problemas possam ser resolvidos de forma mais clara e de forma mais transparente”, enfatizou Uzêda.

Essas oficinas contribuem para que a Sociedade Cívil possa acompanhar mais atentamente as políticas públicas, com articulações e mobilizações das diversas temáticas no município, especialmente a participação social e as demandas da Educação do Campo Contextualizada.

 

Por Alan Suzarte

Programa de Comunicação do MOC