MOC recebeu homenagem em Audiência Pública na Câmera Municipal de Serrinha

MOC recebeu homenagem em Audiência Pública na Câmera Municipal de Serrinha

12/10/2017

#2017MOC50Anos
#PorumSertaoJusto

O município de Serrinha faz parte da história de 50 anos do Movimento de Organização Comunitária - MOC por um Sertão Justo, terra onde muitas ações foram realizadas com lutas em busca de mais acesso as políticas públicas como direito para as famílias do campo. Assim a Câmera Municipal de Vereadores local, homenageou essa trajetória de cinquentenário do MOC, relembrando sua importância para esse município, através de uma Audiência Pública, na manhã do dia 11 de outubro.

Segundo Ana Glécia representante do MOC nessa Audiência, o município de Serrinha ao longo desses 50 anos atuou em diversas frentes e ações de lutas e labutas para conquistar mais direitos e qualidade de vida para homens, mulheres, crianças e adolescentes do campo, tendo a colaboração de muitas organizações locais, que ajudaram a construir essa história do MOC. Ressaltando como atuação forte, os projetos de acesso a reservatório de água de consumo e de produção, o trabalho da Educação do Campo Contextualizada, no fortalecimento dos empreendimentos e comercialização dos produtos da Economia Solidária e da Agricultura Familiar, como também a luta para a valorização da mulher, na busca pela equidade de Gênero e com a campanha pelo fim da 
 violência contra as mulheres, entre outras. “O resultado das ações do MOC nesses 50 anos tem um impacto de transformação na vida das pessoas, que nunca vai poder ser contabilizado nem colocado no papel”, enfatizou Ana.

Na composição da mesa da tribuna esteve presente, o vereador proponente José Raimundo, como o presidente da câmera Rogério Pires os vereadores Jorge Golnçalves e Renildo Miranda. Ainda fez parte desse espaço representações de órgãos e do povo que fazem parte dessa caminhada do MOC, Helena Barreto (Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais - MMTR), Zilda Ferreira (Sindicato dos Trabalhadores/as de Serrinha), Hilda Mercês (Arco Sertão) Gildente Silva (COOPAF Serrinha), Silvaney Santiago (ex colaborador do MOC e atual Secretário de Agricultura municipal), Antônio Claudio Oliveira (ASCOOB), entre outras representações.

A proposta dessa homenagem foi de autoria do vereador José Raimundo que relatou da satisfação em abrir a casa para o MOC, em especial para o grande fundador Albertino Carneiro, que as sementes por ele semeadas vêm dando muitos frutos de transformação na vida das pessoas. “O MOC representa muito bem o nosso Semiárido, organização que faz a diferença em nossa região. Parabenizo essa instituição que trabalha pelo acesso as políticas públicas para as famílias da zona rural. Vamos abraçar o MOC”, destacou o vereador.

Para Hilda o MOC vem fazendo um papel essencial de articulação no Semiárido, construindo cidadania por um sertão justo. “Tenho 23 anos de história no MOC é uma história que marca a vida da gente. Enquanto Arco Sertão as cooperativas filiadas também têm a história do MOC, porque elas se tornaram grupos de empreendimentos com a participação do MOC na formação, principalmente das mulheres, despertando o interesse de produzir e comercializar (....). O MOC tem participação desde do inicio da fundação da Arco, na formação desses grupos de empreendimentos, das cooperativas, o MOC sempre presente. A gente só tem que dizer muito obrigada ao MOC pelo seus 50 Anos, frisou Hilda.

“Falar dos 50 anos de MOC pra gente é um momento de muita emoção é lembrar-se das tantas lutas que enfrentamos com ajuda do MOC. Pra nós comemorar 50 anos em Serrinha e na Bahia é um momento da gente dizer que o MOC precisa viver mais e mais 50 anos nessa batalha”, disse dona Zilda do Sindicato.

Antes do canto de parabéns e da partilha do bolo foi entregue uma placa com a homenagem a esse cinquentenário de existência do MOC, nas mãos do senhor Albertino Carneiro (fundador dessa instituição). “No mundo há muito vontade de ajudar, precisa ter quem ajunte essas ajudas e concretize as ações”, expressou o fundador do MOC, que na oportunidade convidou a todos/as para celebrar esse marco da história do MOC nos próximos dias 17 e 18 de outubro, na Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFES, na cidade de Feira de Santana.


Por: Robervania Cunha
Programa de Comunicação do MOC